Cura Prânica para Depressão, Fobias e Vícios

A Cura Prânica é uma ferramenta fantástica de cura física e psicológica.

Por meio de seus princípios de limpeza e energização, conseguimos recuperar a livre circulação de prana pelos chakras.

Nossos chakras se sujam. Isso é um fato. Se você já leu alguns artigos deste blog, já sabe alguns motivos disto, mas se não, vou te falar rapidamente. As sujeiras psíquicas ficam acumuladas devido a 2 fatores principais:

Nosso padrão energético (pensamentos habituais, valores, crenças, histórico cármico) e Influências ambientais, externas, sejam de pessoas, ambientes ou eventos.

A primeira fonte de contaminação se corrige pela consciência desse padrão. Podemos mudar os pensamentos, reagir diferente às situações, questionar nossas crenças e valores. O conteúdo cármico se ajustará de acordo com o sucesso nessa primeira etapa. Muitos pensam que o conteúdo cármico é fatalista e que não adiantará tomar quaisquer medidas. Porém, isso é um engano. Erramos? Sim, todos erramos, seja agora ou no passado distante. Temos que corrigir isso? Sim. O carma é simplesmente a gravação eletromagnética dos eventos. Não existe castigo. Tudo é regido eletromagneticamente. Plantou, colheu. Por isso, façamos o que tem de ser feito. Se para melhorar, tenho de questionar meus comportamentos, assim farei. Se tiver de abandonar pensamentos que não me servem mais, assim o farei. E principalmente, se tiver de perdoar, assim o farei. A energia do perdão é uma das mais efetivas para neutralizar conteúdos cármicos. Perdoe e se renove. Assim, você estará evitando novas contaminações em seus chakras e aura, permitindo que o prana flua.

As influências ambientais só nos atingem devido a brechas em nosso sistema energético.

Uma energia de dó, por exemplo, mal compreendida, pode nos desvitalizar em segundos. Por que isso ocorre? Porque encaramos o outro de “coração aberto”, ou seja, nos abrimos energeticamente para acolher sua dor, com o sentimento de coitadismo. Quando vemos o outro como um ser desprotegido e fraco, nossa tendência é cobri-lo para protege-lo, mas ao fazer isso, nosso sistema energético é sugado. Para não incorrer nesse erro, nunca veja o outro como um ser inferior. Saber que o outro precisa de cuidados é uma coisa, e se você pode ajudar, faça, mas não com sentimento de que ele está desprovido de recursos ou que é limitado de alguma forma.

Voltando ao nosso assunto, a Depressão, Transtorno Bipolar, TOC, Ansiedade generalizada, Síndrome do Pânico e outros distúrbios psicológicos assim como as Fobias e Vícios possuem uma coisa em comum quando falamos em chakras e sistema de energia. Sempre encontramos suas sementes nas raízes dos chakras. O que isso significa?

Significa que estão ligados ao nosso Sistema Nervoso Central (SNC). E essa ligação faz com que este seja solicitado a fornecer as sensações específicas para continuar sobrevivendo. É isso mesmo. Os distúrbios psicológicos precisam ser alimentados, senão morrem. Você pode afirmar: então não vou mais alimenta-los, vou deixa-los morrer de fome! Sim, isso é verdade, mas será que você pode parar realmente? Veja abaixo uma relação de distúrbios e suas sensações específicas que os alimentam:

Depressão – desânimo, baixa autoestima, dúvida, pessimismo

Ansiedade – preocupação

Fobias – medo

Vícios – ansiedade, desejo

Quem já teve contato com uma pessoa depressiva sabe o quanto é inútil faze-lo ter ânimo, vontade, otimismo. Mesmo que queira racionalmente, o depressivo encontra uma barreira muito grande para mudar. Somente pela remoção dessas energias na raiz dos chakras é que esta pessoa começará a ver outras possibilidades.

Estes tratamentos demandam mais tempo e mais frequencia, justamente pela natureza das barreiras. A pessoa não consegue perceber e assim vai sendo submetida a intervenções médicas e farmacológicas por tempo indeterminado. Para quem deseja conhecer casos fantásticos de recuperação, recomendo que leia o livro “Psicoterapia Prânica”, de Mestre Choa Kok Sui. Lá existem dezenas de relatos de casos.

Entre em contato para mais informações e como podemos ajudar.

Assine nossa lista e receba conteúdos relevantes como esse.